fbpx
mulher digitando em um notebook

Copywriting são os textos focados em conversão. Ou seja, são técnicas de escrita usadas para destacar os pontos mais importantes, com a inteção de levar o usuário a realizar uma ação 

Dizem por aí que as palavras têm poder, certo? Nós não só concordamos com essa frase, como podemos provar!

Diariamente, recebemos diversos tipos de anúncios publicitários na internet, querendo nos vender um produto ou serviço e, muitas vezes, acabamos sendo convencidos em realizar a compra. Sabemos que a imagem tem o poder de atração, mas as palavras quando usadas de forma correta, são o que realmente convencem. 

Essa capacidade de persuasão faz parte das técnicas de copywriting, muito importante nas estratégias de Marketing Digital. Ou seja, copywriting é o método de escrita usado pelos profissionais de comunicação — chamados copywriters — que tem como principal foco a realização de uma ação por parte do usuário, aumentando não só as vendas como também a rede de potenciais clientes.

Para entender melhor, nós separamos alguns artifícios usados pelos copywriters para encantar seus clientes.

 

O que é Copywriting?

É a técnica textual usada para convencer o leitor a realizar uma ação, que pode ser para venda de um produto ou serviço, assinatura de uma newsletter, cadastro em landing page, e-mail marketing, entre outros.

É uma forma de despertar a atenção do usuário e o conduzir por toda a Jornada de Compra, fazendo-o tomar uma decisão ao final dela. Em outras palavras, o copywriter escreve os textos focados em conversão, pegando as informações mais importantes e de valor e as coloca de forma destacada.

Um bom copy — texto originário do copywriting —, para manter o público engajado, deve ter uma escrita clara, objetiva, direta, relevante e oferecer solução para a persona. 

 

O que deve estar presente nos seus textos focados em conversão

Existem alguns elementos que tornam o seu copy mais eficiente. Claro que, além do conhecimento textual, o profissional deve ter a habilidade de transformar os textos em emoções e pensamentos.

Antes de começar, de fato, a escrever, saiba quem é a sua persona e em qual etapa do funil de vendas ela está, porque dessa forma, os textos escritos serão mais precisos para aquele momento, atendendo todos os desejos do público.

 

  • Seja verdadeiro:

Ser persuasivo é diferente de contar mentiras. 

A credibilidade e confiança são fundamentais para se relacionar com o público.

Ninguém gosta de ser enganado. Portanto, tenha sempre em mãos argumentos e benefícios reais e valores que sejam capazes de fazer com que atinja o principal objetivo: convencer o leitor a realizar uma ação.

 

  • Seja claro, direto e objetivo:

Evite ruídos em sua mensagem e assegure que ela chegará à persona da forma mais clara possível, evitando, assim, mal entendidos. 

Um bom texto não significa, necessariamente, muitas palavras. Concentre-se em colocar nele as informações mais valiosas e de forma bem objetiva.

 

  • Crie senso de urgência:

Desperte o sentimento de que, se o seu usuário não realizar a ação neste momento, pode ser que ele perca uma excelente oportunidade.

Essa estratégia é feita por meio de verbos no imperativo, além do uso das famosas CTA, que significa Call To Action, ou seja, traduzindo, a “Chamada Para Ação”. Alguns exemplos bem usados são: inscreva-se agora, cadastre-se aqui, experimente grátis, quero garantir minha vaga, assine 30 dias grátis.

 

  • Antecipe-se aos obstáculos:

Um bom copywriter tem que estar preparado para qualquer objeção que o seu cliente tiver em relação a sua marca, produto ou serviço. Mas, isso só é possível se você analisar a fundo quem é a sua persona.

Dito isso, vamos pensar: o que faria o seu leitor talvez desistir da sua proposta? Por exemplo, o preço é um fator bem comum nessa situação. Quando for assim, busque apresentar outras características, vantagens ou benefícios que só você tem e mostre que é a solução ideal para o solucionar o problema dele.

 

  • Entenda do assunto:

Se não for um assunto que você domina, separe um tempo para fazer uma pesquisa mais aprofundada, porque é fundamental para escrever copys mais expressivas.

 

  • Utilize perguntas:

As perguntas são excelentes para captar a atenção, fazer refletir e envolver o público em um diálogo. Além de ser uma ótima forma de gerar interação, as perguntas têm a capacidade de passar a sensação de proximidade. Você não concorda?

 

  • Se errar, assuma:

Todo mundo erra e quando isso acontecer não tenha medo de assumir seus erros. 

Além disso, essa é uma forma de criar relação com seu lead, sendo o mais transparente possível e, ainda assim, passar confiança. 

 

  • Ofereça algo em troca ao usuário:

Se você quer que o usuário te passe dados como email, nome, telefone, você precisa oferecer algo que valha a pena para ele. Isso pode ser por meio de materiais exclusivos, como webinars, e-books, assinatura gratuita durante alguns dias para teste, entre outros.

 

  • Gere credibilidade:

Comprove tudo o que você está dizendo com dados, números, estatísticas ou fontes confiáveis, que dão sustentação ao seu texto, mas tome muito cuidado com as fake news.

 

Conheça os 6 Gatilhos Mentais mais usados

 ilustração de um cérebro em giz branco, em um fundo cinza escuro

Os gatilhos mentais são indispensáveis para um bom texto.

Segundo Robert Cialdini, conhecido por seu livro As Armas da Persuasão, o comportamento do ser humano é dominado por seis princípios psicológicos básicos:

 

1. Reciprocidade: 

O ser humano tem a tendência de retribuir uma ação com outra ação que corresponda de forma equivalente. Ou seja, se você deseja que ele retribua de forma positiva ao seu texto, ofereça algo positivo a ele primeiro.

template do telecine

2. Compromisso e coerência:

Quando uma pessoa assume publicamente uma postura ou compromisso, a tendência é que ela se comporte de maneira condizente com o que prometeu a fazer. 

homem bebendo coca cola

3. Aprovação social:

Também chamada de prova social é a influência gerada por outras pessoas que já usaram o produto ou serviço. É muito comum encontrarmos prova social em forma de depoimentos.

site da MRV

4. Afeição:

É mais fácil conectar com pessoas parecidas, seja por meio de pontos positivos ou negativos, como angústias, habilidades, características, sonhos, etc. Por isso, pedidos realizados por essas pessoas, são mais fáceis de serem considerados.

mulheres diferentes de biquini branco

5. Autoridade:

Transmite a ideia de obediência de pessoas que julgamos superiores em determinado assunto. O gatilho da autoridade pode ser aplicado, por exemplo, por meio de fontes confiáveis e frases de especialistas.

Luciano Huck olhando para a câmera - propaganda da XP investimentos

 

6. Escassez:

“Últimas unidades”, “tempo limitado”, “última chance”, são alguns gatilhos que fazem com que as pessoas vejam a oferta com outros olhos, pois é reforçada a ideia de que estamos prestes a perder algo

site da americanas com contagem regressiva no canto superior direito

Conclusão

As copys podem ser utilizadas em todas as etapas do funil, entre os momentos de aprendizado e descoberta, até a decisão de compra.

Basicamente, para produzir textos focados em conversão, você deve:

  • Chamar a atenção
  • Tocar na dor do cliente
  • Despertar emoções
  • Apresentar a solução
  • Mostrar a melhor decisão de compra

Um bom copy apresenta um conteúdo original, personalizado, que destaca os pontos mais importantes para a sua persona, mas sem agressividade.

 

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário com dúvidas ou sugestões!

Continue acompanhando o nosso blog e as nossas redes sociais para mais novidades do mundo do Marketing Digital.

botão para entrar em contato pelo WhatsApp

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sobre Nós

Seja bem-vindo(a) ao nosso Blog!

Acreditamos na troca de informações e em uma boa comunicação.

Há 13 anos, estamos nessa jornada e te convidamos para participar com a gente, vamos?

Posts | Categoria